Temporada 4: Guia de Episódios

Episódio 1
No episódio de estreia, de duas horas de duração, Jeremy Wade explora os rios dos Estados Unidos em busca dos monstros mortíferos que habitam suas águas. Wade se aventura pelas águas de Indian River Lagoon, onde encontra uma espécie assustadora, e explora o Lago dos Ozarks, no Missouri, onde predadores ferozes passaram a atacar seres humanos.

Episódio 2
No Sul da África, há boatos de que um terrível monstro espreita pescadores nas águas turvas do Delta do Okavango. Testemunhas dizem que o peixe tem dentes de tubarão e caça em cardumes vorazes – que devoram até corpos humanos. Os ataques sugerem uma espécie de piranha gigante, mas não há nada parecido na região. Ou há? Jeremy Wade tenta descobrir a verdade.

Episódio 3
É de conhecimento geral que crocodilos e hipopótamos são predadores mortais dos rios da Zâmbia. No entanto, há outra fera à solta nas águas traiçoeiras do rio Zambezi. Os nativos chamam este monstro do rio de “Mazunda", mas Jeremy Wade não conhece nenhum peixe com este nome. Será que ele descobrirá o que esta sinistra criatura — que seria capaz de engolir uma criança — realmente é?

Episódio 4
Quando Jeremy Wade viaja até o Himalaia indiano para investigar brutais ataques em um rio, ele descobre que o culpado é um animal sagrado. Segundo os nativos, quem tocar nele será amaldiçoado para sempre. Wade ignorará seus conselhos para solucionar o mistério?

Episódio 5 (Especial)
Um punhado de peixes é capaz de viver e prosperar tanto em água doce como salgada. Entre eles, estão agressivos devoradores de homens, gigantes venenosos e criaturas muito antigas, dotadas de armas mortais. Neste episódio especial de Monstros do Rio, o biólogo e pescador Jeremy Wade recorda encontros arrepiantes com alguns desses animais temíveis.

Jeremy revela como nossa compreensão dessas criaturas mudou drasticamente nos últimos anos, e faz algumas perguntas pertinentes. Afinal, o que atrai predadores oceânicos para águas doces? Como são capazes de atravessar uma barreira antes intransponível?

Episódio 6
O estranho desaparecimento de três homens no extremo leste da Rússia é um mistério para Jeremy Wade. Em sua primeira viagem ao país, ele empreende uma jornada de três dias pelo rio Amur, onde tenta descobrir o que aconteceu aos pescadores e outros que encontraram seu fim em suas águas. O principal suspeito é um predador que pode chegar a uma tonelada e passar dos 5 metros de comprimento — e que, ainda assim, ninguém ousa ajudá-lo a encontrar. Enfrentando obstáculos a todo momento, Wade começa a acreditar que existe um segredo sombrio, que ele não deve revelar.

Episódio 7
Na Mongólia, Jeremy Wade espera encontrar um raro monstro do rio que se tornou uma verdadeira lenda. Ele pode atingir o tamanho de um homem e é um dos peixes mais fortes do mundo. Os rios mongóis ainda abrigariam uma fera da qual muitos ouviram falar, mas poucos viram? Wade sai à sua caça, mas também pode ser caçado, já que bandidos se escondem nas matas próximas a este remoto rio.

Episódio 8
Jeremy Wade retorna ao Fitzroy, um rio australiano infestado de crocodilos, para uma de suas missões mais difíceis: pescar um dos peixes mais raros do mundo. Este tubarão é tão arisco que só foi descoberto há dez anos, e tão raro que apenas algumas pessoas já o avistaram. A espécie é praticamente desconhecida. Será um devorador de homens? A expedição parece desafiar todo o conhecimento de Wade sobre predadores de água doce, já que estes animais são totalmente imprevisíveis.

Episódio 9
O último episódio da temporada, de duas horas de duração, recorda algumas das expedições mais desafiadoras de Jeremy Wade. Ele viaja para as florestas intocadas da Guiana, na América do Sul, onde os primeiros exploradores escreveram sobre um sistema fluvial repleto de gigantes misteriosos. Equipado apenas com jornais antigos e sua vara de pescar, Wade embarca em uma jornada épica pelo Essequibo — o terceiro maior (e menos conhecido) rio da América do Sul.

Ele mergulha na cultura dos índios Macushi e precisa ganhar sua confiança para ter acesso a seus conhecimentos e ouvir suas histórias. Mais uma vez, ele tenta separar os fatos da ficção. Será que estes apavorantes monstros ancestrais ainda vivem nos rios da região?